top of page
  • Foto do escritorKamilla Póvoa

Economia Criativa: Um dos pilares para o desenvolvimento econômico e social



A Economia Criativa engloba setores econômicos, onde a inventividade, a imaginação e a originalidade são os principais insumos, capazes de gerar valores econômicos a partir do capital intelectual e cultural. Design, moda, música, cinema e entretenimento são alguns exemplos de expressões culturais e artísticas, que possibilitam esse tipo de empreendimento. 


A Economia Criativa desenvolve tanto o lado econômico, quanto social, diante desse fato, o segmento tem conquistado mais reconhecimento e os projetos, mais visibilidade. Em 2020, a Prefeitura de Campos dos Goytacazes, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, em parceria com a TEC Incubadora, criou o Programa de Apoio à Economia Criativa.


Nas duas primeiras edições, 10 projetos foram contemplados e, além das bolsas, os empreendedores criativos receberam capacitação, onde aprenderam a estruturar seus negócios no Curso de Plano de Negócios para a Economia Criativa, desenvolvido pela TEC Incubadora. Em 2023, diante da crescente demanda, o Programa contemplou 20 projetos. 


A estrutura do programa assegura aos empreendedores criativos a capacitação durante quatro meses. São quatro módulos de aprendizagem com orientações dos experientes consultores da TEC e seus parceiros, para tornar os projetos viáveis:


  • Formalização: onde são apresentados ao empreendedorismo de fato, assimilando os direitos e os deveres de um microempreendedor e aprendendo a registrar suas marcas. (Em parceria com o Sebrae e com o consultor Ewerton Sanchez).

  • Branding e Gestão de Marca: onde criam a identidade de seus negócios. (Com a consultora de Mercado, Julia Sciamarella).

  • Estruturação do Plano de Negócios: onde desenvolvem o documento base de suas empresas. (Com a Mariana Fagundes, que coordena o curso e o Hilton Carvalho, consultor contábil).

  • Apresentações: com Oficina de Pitch e aula de expressão corporal e oratória, onde, seguros da força de seus projetos, desenvolvem técnicas para conquistar clientes, parceiros ou investidores para seus projetos. (Em parceria com o Espaço Multicultural Katia Macabu e o consultor Luiz Gustavo Borges).


Nesta primeira quinzena de maio, a terceira edição do Programa de Apoio à Economia Criativa chega ao fim. Vinte novos projetos estão prontos para serem lançados. Nos dias 07 e 08 será a apresentação dos pitchs, e no dia 14, a Cerimônia de Encerramento e premiação dos mais bem avaliados pela banca. 


Este programa é motivo de orgulho e traz retornos palpáveis para a sociedade campista.


51 visualizações

Comments


bottom of page