top of page
  • Foto do escritorKamilla Póvoa

Empresas incubadas no Startup Campos são selecionadas para edital do Sebrae



Quatro empresas incubadas no programa Municipal de Apoio a Startups foram selecionadas em um novo edital do Sebrae. O programa é desenvolvido pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), em parceria com a TEC Incubadora. As empresas selecionadas são a CasGen, Café Riga, Yapuana e Ciência para Vida.


Consultor Técnico da Café Riga, Daniel Coelho conta que sua empresa foi selecionada em dois programas do Sebrae, o Startup Win e Capital Empreendedor, ambos ligam as empresas a investidores e oportunidades de investimento, para montar equipamentos, realizar rodas de negócios e investimentos. Daniel falou sobre a importância da Startups Campos para o crescimento e evolução de seu empreendimento.


“A startup Campos é essencial, porque nos dá orientações importantes na trilha empreendedora, além de fomentar apoio com recursos que são investidos na startup, nos processos e em inovação. A trilha empreendedora tem nos ajudado muito a entender melhor o negócio, o mercado, as oportunidades e também para nos profissionalizarmos”, explicou Daniel.


De acordo com ele, a Café Riga é uma empresa familiar que começou com ele e a esposa, a CEO e gerente de Qualidade e Novos Produtos Barbara Libeck, em 2020. Eles plantaram cafés especiais na região do Caparó e começaram a investir na produção desses produtos na pandemia. A partir daí, identificaram o potencial de reutilização de um resíduo da produção do café como um coproduto na indústria de alimentos.


“Então, a gente começou a desenvolver o projeto do Cáscara do Café, que é uma infusão, um extrato feito com a casca do grão”, contou. Agora, eles estão desenvolvendo outros alimentos e outros processos para associar esse resíduo na produção, agregando valor como matéria-prima e potencializando a economia, porque o produtor rural que produz esse resíduo também vai receber por isso.


Idealizadora do Projeto Pequeno Cientista e responsável legal da “Ciência para a Vida, Daniela Pereira Vieira Souza conta que o edital Capital Empreendedor visa conectar o negócio inovador com o mercado e a estrutura à empresa para descobrir o real valor dos produtos e projetos, tendo a possibilidade de prospectar investimentos. Ela também reforçou o Startup Campos como destaque importante na conquista. “O programa Startup Campos foi extremamente importante, pois a proposta apresentada tem sido moldada nas etapas de execução do edital”, diz Daniela.

Ela disse ainda que olhar para a criança como um Pequeno Cientista foi a decisão mais assertiva que tomou para a sua maternidade e para a vida das filhas.


“Ao descobrir minha primeira gestação, tomei a decisão de me dedicar exclusivamente à maternidade. Na rotina com as minhas filhas transformei a minha casa em um laboratório para as meninas viverem as primeiras experiências de vida. Por meio de uma metodologia inovadora própria de storytelling ‘Pequeno Cientista’, com linguagem científica compatível com a infância e através do brincar com a ciência, a criança descobre o mundo e seus potenciais, desenvolve a sua criatividade e resolução de problemas.


Comercializo o Box Pequeno Cientista para todo o Brasil, um laboratório portátil com experiências que promovem desenvolvimento de múltiplas habilidades; treino de pais e professores, de forma presencial e on-line na metodologia do Pequeno Cientista; e realizo eventos de desenvolvimento infantil, um momento para a criança realizar as experiências em grupo. Hoje, tenho a oportunidade de viver com as minhas filhas e ajudar outras famílias e professores a descobrir o potencial que há em cada indivíduo”, concluiu Daniela.


O Programa Startup Campos visa fomentar a cultura inovadora e empreendedora no município, por meio da oferta de bolsas na modalidade de Desenvolvimento Tecnológico, que estimulem a criação de empresas de base tecnológica, em programas de incubação.


Fonte: Prefeitura de Campos.

14 visualizações

Comments


bottom of page